Domingo, 14 de Julho de 2024
°

Justiça Justiça

Advogados autárquicos e fundacionais concluem capacitação sobre atuação nos tribunais

Curso foi oferecido pela Corregedoria-Geral da PGE/SC e teve três dias de aulasDezenas de advogados autárquicos e fundacionais vinculados à Procura...

11/07/2024 às 09h43
Por: Portal WR News Fonte: Secom SC
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC

Curso foi oferecido pela Corregedoria-Geral da PGE/SC e teve três dias de aulas

Dezenas de advogados autárquicos e fundacionais vinculados à Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE/SC) encerraram nesta quarta-feira, 10, a participação na capacitação para atuação nos tribunais oferecida pela Corregedoria-Geral do órgão central de serviços jurídicos do Poder Executivo. As atividades começaram na segunda-feira, 8.

Ao longo dos três dias, os advogados públicos ouviram orientações e conheceramcasesde sucesso apresentados por procuradores do Estado com experiência na tribuna. Os conteúdos foram trazidos pelo corregedor-geral do Estado, Luiz Dagoberto Brião; pelo procurador-geral do Estado, Márcio Vicari; pelo procurador-geral adjunto para Assuntos Jurídicos André Uba; pelo procurador do Estado e secretário adjunto da Casa Civil, Marcelo Mendes; e pela procuradora do Estado Adriana Gonçalves Cravinhos, subcorregedora de Autarquias, Fundações e Empresas Públicas da PGE/SC. A proposta foi transmitir informações relevantes que possam fomentar as sustentações orais e viabilizar a obtenção de vitórias jurídicas importantes para Santa Catarina nas ações em que as autarquias e fundações são parte.

O corregedor-geral da PGE/SC, Luiz Dagoberto Brião, reforçou que o Estado e os componentes da administração pública direta e indireta sempre devem estar representados nas sessões de julgamento. “Além de nos manifestarmos nos autos, é obrigação de cada advogado público se fazer presente e ser conhecido no Tribunal. A advocacia pública existe para dar viabilidade aos direitos sociais, e isso só ocorre com uma dedicação completa e diligente perante o juízo”, afirmou na aula inaugural.

O procurador-geral do Estado, Márcio Vicari, que participou do primeiro dia do curso e encerrou as atividades no final da tarde desta quarta-feira, reforçou a relevância da sustentação oral num contexto de alta judicialização e volume processual na Justiça.

“Como as demandas se avolumam nos tribunais, o relato correto e bem feito dos fatos na tribuna, pelos procuradores, ou como é o caso aqui, pelos advogados autárquicos e fundacionais, tem papel de relevo na formação da convicção dos juízes. Além disso, sempre deve-se considerar a possibilidade de que o magistrado reveja seu voto a partir da escuta atenciosa de uma boa sustentação oral. Isso pode fazer a diferença em uma causa relevante para o Estado de Santa Catarina e para os catarinenses”, afirmou o chefe da PGE/SC.

A Corregedoria-Geral da PGE/SC pretende realizar outra capacitação no mês de agosto, com foco na elaboração de pareceres. Serão convidados a participar os assistentes jurídicos da Procuradoria.

Felipe Reis
Assessoria de Comunicação
Procuradoria-Geral do Estado
[email protected]
(48) 3664-7650 / 3664-7834 / 98843-2430

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias